Páginas

terça-feira, 28 de julho de 2009

a imperfeição de ser perfeita

não, não me acho perfeita, calma RS porém mais uma vez passei pelo mesmo dilema: por que nem sempre o seu melhor é o bastante. Tudo bem, aqui não é exatamente um lugar pra desabafar, mas tudo bem. Olha só, não sou perfeita, tenho ataques de mau-humor ás vezes, não sou magrinha, não sou alta, não tenho biotipo de modelo e não, não tenho um rosto perfeito que parece uma escultura grega. Ah é, não sou obrigada a aturar desaforos de gente que não percebe o quanto eu me esforço e não sou obrigada a aceitar "críticas" que só servem pra baixar um pouco mais a minha auto-estima. Eu tenho defeitos e preciso extravasar de vez em quando, não dá pra ser sempre uma coisa só, qual é, não existe uma barbie ambulante em tamanho real, hello guys! Eu posso parecer ter um coração de pedra, ser insensível, mas de vez em quando um elogio sincero ou um abraço com sentimentos ajudam sabe? Poderia dizer tanta coisa, mas de que ia adiantar? Todos iam considerar por dois dias e depois BUM, asta la vista consideração. As pessoas são diferentes, não são perfeitas. A perfeição é a coisa mais chata que existe e é bastante enjoativa, por isso, agradeçam por nem tudo ser amarelo, senão o azul estava arruinado. Pensem nisso, porque ás vezes a cobrança machuca ;/
PS: isso não é pra ninguém do blog okay gemt? São pessoas que estão na escola, no curos, em casa... o blog muitas vezes é o meu maior conforto ;)

4 comentários:

cecilia disse...

Poder ter certeza que eu sei que uma abraço ajuda e aliás ajuda muito,queria nesse exato momento estar ai perto pra te dar uma abraço quem sabe vc não ia se sentir melhor,bem,eu posso roubar a moto do meu irmão,cair na estrada e seguir as placas em direção a rio das ostras(espero que não esteja dúvidando,pois minhas palavras estão sendo sinceras e se tivesse grana pra colocar galosina na moto eu iria agora mesmo pra sua cidade)
As cobranças,responsabilidade enfim tudo que jogam sobre nossos ombros parecem ser tão pesados e dificil pra carregar´né?queria um bom remédio pra isso.

Bah disse...

Oie, amei seu blog! *-*
Tô seguindo.

Beijão ;*

Valeria disse...

Oi amor, não sei porque vc tá se sentindo assim, mas é uma pena. Espero que vc não deseje uma mãe perfeita, porque aí nós duas combinamos. Perfeição é alguma coisa que nao existe. Mas prá vc levantar seu astral, eu quero dizer que TE AMO do jeitinho que vc é. Nem mais nem menos. ADORO ficar com vc. Prá mim vc é um ESPETÁCULO! Bjks, eu te amo. Mamãe.

vivi disse...

aah mãe, também te amo muito, do jeitinho que você é ;D não é nada em casa não, é na escola, por causa das notas, ainda não me recuperei de ter ficado na recuperação e do que todo mundo vive falando pra mim... Amo muito você e amo muito todo mundo ♥