Páginas

sexta-feira, 17 de abril de 2009

the best hug *-*

Ela? Só um menina normal, mas que acabava de saber: estava de recuperação. Logo ela? Sempre se esforçava e agora isso? Sem muita coisa pra fazer ela apenas se pôs a pensar, segurando o choro, apesar de não aparentar. Ele? Só um menino normal, mas que via que a tal menina estava angustiada, ela ia chorar, ele tinha certeza. Sempre tido como o distante, insenssível. Eram amigos e dava pra ver isso, raridade, pricipalmente com ele. Vendo aquilo ele levantou, respirou e foi lá, falar com ela:
- O que foi? Por que você tá assim? - ela ia chorar, ele tinha certeza
- Ah, nada, só que eu fiquei de recuperação... - prendeu o choro, ela sabe que prendeu.
Vendo isso ele falou e fez uma coisa que ele nunca pensaria em fazer, nem ela que ele faria:
- Calma, você ainda tirou mais que eu. Você vai recuperar, não fica triste não... - ele quase cochicando.
Ela se surpreendeu, mas não deu tempo de agradecer nem nada. Ele simplismente a abraçou. Pode parecer pouco, mas era um grande avanço para ele, que era ssim bem assim do jeitinho dele RS. Pode ter durado pouco se contássemos os segundos, mas para os dois foi uma eternidade. Ela se sentiu tão aliviada, segura. Ele se sentiu bem por fazer aquilo, ela pôde sentir. O aconchego foi maior que tudo no momento.
O abraço terminou, ela o olhou, surpresa e feliz com o que acontecera. Ele estava sem graça, sem saber que ele, logo ele era capaz de fazer aquilo. Ele foi para o seu lugar, ela parou de quase chorar. Foi uma coisa tão grande, pena que ele foi discreto, pena que foi rápido, ninguém mais viu, apenas os dois na eternidade do momento. Será que isso quer dizer amor?

PS: nunca fui romântica, mas hoje me deu ataque kkkkkk

Nenhum comentário: