Páginas

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

correnteza

Decidi que não sei o que vai acontecer
e que eu prefiro ser levada, já cansei de lutar
é melhor você ir junto com a correnteza
levando a vida rindo pra não chorar
bom, pelo menos na frente de uma grande maioria.
Decidi que é assim que precisa ser
e não é exatamente algo ruim, eu acho
é uma maneira diferente de tentar crescer,
mas sem perder aquele costume de sonhar
agarrar um bichinho de pelúcia
contar tudo pra ele, ouví-lo dizer que vai passar
e perceber que na verdade, não mudei nada.
Decidi deixar pro meu cobertor todos os desabafos
e ser o cobertor de quem tem problemas reais
porque eu já sabia que seria assim
já que presenciei e vivi vários finais,
mas nunca sem perder a esperança de achar diferença
sempre acreditando no príncipe encantado
talvez sem perceber que meu destino seja aquele pirata
naquele velho mar tão verde, sempre ao meu lado.
Ou talvez, sei lá, eu não sei do destino.
Decidi que, mesmo que tudo mude um pouco
a essência é sempre a mesma com a gente
e que o coração bate, rebate, eternamente.
Vivian Pinto
Modo REVOLTS on rsrsrsrs'
Diria que estou um pouco rebelde nesse exato momento, mas nada que afete permanentemente, isso o meu bichinho de pelúcia e meu cobertor sabem muito bem ;) Espero que gostem da ''nova fase'' , senti falta de vocês *-*
beijão galera :*

4 comentários:

Larissa disse...

Senti falta de você assim, revoltada mas ao mesmo tempo tão exata. Não há o que mudar agora, é melhor simplesmente deixar acontecer :)

Bom que está de volta, minha flor.
Um beijo.

deh ramos disse...

Senti falta dos seus textos sempre tão claros e ao mesmo tempo com uma mensagem leve por trás. Tem momentos em que "se deixar levar" é mesmo a melhor escolha. Só temos que ter muito cuidado para não bater de frente com nenhum rochedo por "desatenção" do rumo.

Seja ultra-mega-bem-vinda!

Beijos.

Rachel López disse...

adorei o seu blog, SENSACIONAL ! seguindo
se quiser passa no meu , acho que vai gostar..
http://meuditoemeufeito.blogspot.com/

Rebeca Amaral disse...

que revoltada que nada! todas nós merecemos a sinceridade e a realidade de vez em quando!
tá mais que certa, menina!

beijos!