Páginas

quinta-feira, 4 de março de 2010

Insira um título

E há dias que assim estou,
num mundo onde tudo meu era poesia
Não consigo definir o que restou
de uma cabeça confusa, seja noite ou dia
Estou ''com tudo''. Estou triste.
Insegura. Calma. Assustada. Afobada
Feliz. Confusa. Amedrontada.
E o que mais me asusta: não consigo controlar.
Não consigo, entender, separar
e numa situação quase que poética,
nem rima consigo achar.
Eu olho as fotos e não entendo o presente,
olho o presente, e tenho medo do futuro.
E o coração bate em velocidades diferentes
Como se esse sentimento fosse novo, é duro.
Palavras confusas... mente roda de um lado a outro
e eu não consigo me desvencilhar dessa interrogação.
E a cada lágrima que não cai
o alívio de que preciso se esvai
Vivian Pinto
Bem, eu tentei dessa vez RSRS espero que gostem. Aquela pessoa emo na foto sou eu lol
Desculpem pela angústia aqui, mas... alguém tem um conselho pra dar?? :S
Mais uma vez, espero que gostem, beeijos :*

7 comentários:

cecilia disse...

Sentir uma confusão mas confusa do que o natural,ao menos tempo que queremos se arriscar na chuva lá fora,queremos também ficar em casa de baixo dos cobertores esperando as coisas passarem.Mas se não passar?se tudo sei lá ficar sempre confuso o bastante pra desistir?
Minha querida poeta,não sei o que dizer estou na mesma situação,não os mesmo fatos,mas os fatos nem importa ao menos já que tudo só leva a uma consequencia chamada CONFUSÂO.É tão difícil não saber o que fazer,se ao menos a gente soubesse o que leva a gente ficar assim,porém nem isso temos então é esperar,tentar mais uma vez colocar as coisas no lugar mesmo que nessas horas não conseguimos controlar nossas confusões.
Minhatantan saudade de ocê.
PS:te mando um depo no orkut contando como foi o lance lá.
Bjo

Larissa disse...

Confusão nunca combina com o desistir da vida. Confusão é quando há um amontoado de sentimentos e não sabemos separá-los de acordo com o dia, de acordo com o motivo ou assunto. A cada dia ele se torna mais complicado. Mas tenha um tempo para ajeitá-las. Viver de confusão, é viver? Viva e esqueça um pouco das preocupações. Arrume alguma coisa para fazer, leia um livro, ou simplesmente, pare para pensar. Minha mãe sempre diz que quem pensa não casa, mas quem pensa, se dá bem na vida e nunca vive de preocupações. Não viva assim, isso não é viver, como eu já disse. E pro que precisar, já sabe que estarei aqui para lhe ajudar.

Um beijo querida e sorte pra ti.

Deyse Batista disse...

A pior parte da confusão é que, se ela já não era uim o suficiente por si só, nós ainda damos um jeito de sempre complicá-la um pouco mais. O caso é que não tem segredo: a gente pode se matar, ficar horas parada olhando pro nada e esperando que uma solução caia milagrosamente do céu direto no nosso colo - não adianta. No fim, a gente acaba percebendo que o melhor remédio para tudo é o tempo - não que ele vá resolver qualquer coisa ou amenizar qualquer dor. Mas o tempo deixa, sim, tudo mais claro e objetivo para então só depois a gente poder saber o que fazer sem precisar se matar tanto de pensar. Te desejo toda a sorte e se precisar, desde já me prontifico a ajudar no que pude :)
Beijo.

ticoético disse...

Um bom título seria interrogação,então,teu poema me lembrou aqueles antigos e bonitos recitais nos quais se despejava as emoções alegres e tristes,acho que todo mundo passa por isso,só que cada caso é um caso,tens que prestar mais atenção e saber distinguir,parar de fazer confusão,espero que melhore,enfim,triste bela.
abraço !

anaa ' disse...

se isso fizer você se sentir melhor, também estou "com tudo" UAHASUAHSUAHSUAH. beeijo (:

Thayne Freitas disse...

meldels *-* ás vezes sentimos tantas coisas ao mesmo tempo :s

mente inconstante disse...

Eu SEMPRE gosto, ou melhor, AMO os seus poemas! Esse é mais um! Me identifiquei MUITO! :)