Páginas

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Já pensou nisso?


E eu mais uma vez me fazendo as perguntas erradas, só pra variar me peguei pensando: eu sou feliz? Porque sei lá, ninguém nunca está satisfeito. Pode haver só uma fagulhinha num palha de felicidade, dá pra pegar fogo né? Eu pensei, é, sou feliz. Será? Minha melhor amiga brigou comigo, não estou indo tão bem na escola, estou em dúvida sobre tantas coisas, em casa nada vai bem, estou com uma certa tristeza querendo me puxar o pé (já puxando, diga-se de passagem), coisas da adolescência talvez. Mas sei de tantos adultos que não podem dizer com plena certeza que são felizes, por que, então eu me sinto assim? Sou egoísta e tão hipócrita a esse ponto? Não, não sou (pelo menos eu acho), sou apenas uma pessoa tentando se achar e se acertar. Já me disseram uma vez que queriam ser como eu, não queira! É profundamente irritante ser Vivian Pinto ás vezes, assim como é profundamente irritante ser Juliana Paes, ser qualquer um. Não é fácil ser rodeado de gente toda hora, não é fácil ser sozinho toda hora, não é fácil esperarem tanto de você toda hora, muito menos exercerem pressão 24 hrs por dia em você, mas nem sempre a gente entende isso. Pensei e pensei e cheguei a conclusão de que apesar de tudo isso eu sou feliz, porque eu posso dizer que eu gosto e que valorizo o que eu tenho, mesmo que ás vezes, você sabe, é profundamente irritante ser eu. Você é feliz? É bom se perguntar isso ás vezes.

2 comentários:

deliriosdeumamenteconfusa disse...

boa essa hein vivi?muitas vezes me pergunto se sou feliz,creio que minha reposta nao irá caber aqui,mas tipo vc é minha inspiração hoje,nesse exato momento,irei escrever um texto sobre se sou feleiz,e irei colocar no meu blog.você realmentre me fez para para pensar esse assunto
bjão

deliriosdeumamenteconfusa disse...

já esta la no blog o texto que falei q ia escrever
vc mora onde vivi?
bjo