Páginas

domingo, 11 de abril de 2010

TOCTOC

Bati em várias portas antes de te encontrar
saí por várias janelas depois de te achar
porém depois de isso tudo acontecer
Vários portões de madeira me fazem te encontrar
não é uma insistência o amor?
Vivian Pinto
Essa poesia não tem uma data certa porque quando eu ecrevi no caderninho eu não anotei o dia, só o mês e o ano: setembro de 2009.
Quando eu fiz eu tava meio relutante em aceitar um certo sentimento na minha vida. Mas amor é amor né ;)

6 comentários:

jefhcardoso disse...

É tudo artimanha. Eu saí do meu lugar para roubar a sua atenção. É que disseram que escrevi coisas fantásticas. Eu não sei. Não sei não. Eu apenas falei o que me veio na lata. É tudo artimanha, uma maneira de receber um pouco mais de atenção. Não sei. Não sei não. Parece que todos querem um pouco mais de atenção. É frio, mas é verdadeiro. Roubamos enquanto pedimos por mais atenção.
É tudo artimanha; é um mover-se, um coçar-se, um andar com o olhar perdido nas pessoas, na cidade.

Abraço sincero, e hoje é isso, e não menos que isso; estou divulgando o meu “O Cavaleiro da Triste Figura, e poderia estar matando, roubando, ou estuprando por sua atenção, mas estou pedindo, pedindo para que vá ao http://jefhcardoso.blogspot.com e diga o que achou. Já roubei muita gente e agora, sinceramente, quero roubar você.

cecilia disse...

Boa ideia essa das poesias antigas que vc não publicou...
Essa mesma é muito boa,toctoc,quem?rsrs
é amor é amor e não se fala mais em outra coisa,simplesmente é tudo.
Beijo

ticoético disse...

amor é amor,né?! precisa dizer algo mais ?! enfim,bela,a poesia e a poetisa.
abraço !

Deyse Batista disse...

Engraçado que até quando nós mesmas pensamos em desistir, o amor continua ali, sem nos deixar em paz até o momento em que damos a ele a devida atenção... Pra quê lutar contra, né?

Adorei ;)

Beijos.

Manú disse...

achei lindo Vivian, quisera eu saber fazer poesias assim :*

Rebeca Amaral disse...

Ai que fofo! Adorei!