Páginas

sexta-feira, 12 de março de 2010

Alice

Era uma vez, num sonho
um conto de fadas em pleno século 21.
Onde tudo pedia bis
e mais se torcia por um final feliz.

Era um vez, numa canção
Um festival de tempesteades, chamem Noé!
Onde não havia nenhuma arca
e eram poucos os pontos que davam pé

Era uma vez, num espelho
enconste, viaje, vá, aprenda e volte.
Engano seu menina, não fique sentida
pois ele a leva a um beco sem saída.

Era uma vez, no mundo real
uma Alice, que sem pensar, lá caiu.
Continuou por uns tempos
e depois nunca mais saiu

Era uma vez, num sonho
um festival de velórios e festanças.
Numa cidade pequenininha
num coração que ainda tinha esperanças
porque nele morava um príncipe
que havia aparecido em sua vida
e lhe dado certeza de um felizes para sempre
será? - Disse ela
tomara.
Vivian Pinto
Um poema viajado de uma pessoa com sono que acabou de ler a sinopse de Alice no País das Maravilhas UAHUSHAUHSAUSHUASHUAHSUAAUSH
Esse post está programado, aí eu vou demorar um pouco pra responder os coments, mas vou responder ainda hoje!
:*

4 comentários:

cecilia disse...

Sem palavras...Está maravilhosa essa poesia vivi.
Nossa viajei nele agora.Muito lindo,muito,muito!Sem palavras.
Enfim,Belo(como diria o Allan)hehe
Beijo

Larissa disse...

Essas poesias feitas antes de dormir, ficam sempre as melhores, rs. Não que as outras são ruins, d forma alguma, mas o sono ajuda a nos inspirar. rs

Ficou belíssima! Adorei.
Um beijo.

Rebeca Amaral disse...

Ai eu adorei! Um linda viagem... Um beijo.

Deyse Batista disse...

Gente, isso não é simplesmente um poema, é uma poesia (como toda boa estudante de Letras, sou muito criteriosa com essa diferença, hihi) com musiclidade e ritmo e beleza *-* Lindíssima, mesmo! E eu quero ver ALice, hihi.

ps.: desculpa eu andar tão sumida nos comentários, faculdade tá me consumindo ._.

Beijos!